Arlindinho Cruz produz novo samba (Imagem: Reprodução / Instagram)

 

O cantor e compositor Arlindinho, filho do músico Arlindo Cruz, revelou que produziu um samba sobre racismo. Durante uma live, realizada nesta terça-feira (9), feita com o jornalista Marcos Salles, o artista afirmou que a canção foi escrita antes mesmo do racismo virar pauta de protestos no mundo com o lema Vidas Negras Importam.  Mesmo sendo produzido um pouco antes da pandemia, o samba, que foi escrito em parceria com Marcelinho Moreira e Márcio Alexandre, está inédito.
Inclusive, Mumuzinho pediu autorização para gravar a canção, o que já foi concedida, porém Arlindinho também pretende fazer o seu registro pessoal com a música.
Ele chegou a compartilhar um trecho, no Instagram da parceria nas redes sociais. Os fãs elogiaram a iniciativa. “Essa música é um socão no baço! Linda canção! Quero um dia o privilégio de canetar contigo, cara!”, escreveu um admirador. Um segundo afirmou: “Lindo samba e que tapa na cara das autoridades….. negro pode ser o que quiser!”.

 

Retirado de RD1

 

O prefeito de Salvador, ACM Neto, fez uma coletiva neste sábado (13) para fazer um balanço das ações do município no combate a pandemia do coronavírus e anunciou a implementação do novos leitos para tratamento de pacientes com a Covid-19, na capital baiana. O prefeito relembrou que foi há três meses, em 13 de março, que a prefeitura começou a anunciar as medidas de combate a pandemia. Sobre o Hospital Salvador, ACM Neto informou que já finalizou o contrato com a unidade de saúde localizada no bairro da Federação e a previsão é de que sejam implantados 60 leitos, no total. Inicialmente, vão funcionar 10 leitos de UTI e 14 clínicos.

"O hospital começa a funcionar já semana que vem com 10 leitos. Depois implantaremos mais 10 e nossa perspectiva é que chegue a 20 leitos de UTI no Hospital Salvador. Nesse primeiro momento serão 14 leitos clínicos, podendo haver uma expansão de mais 26, chegando a 40", explicou Neto.
O prefeito também falou sobre a queda na taxa de contaminação e letalidade, mas destaca que a ocupação de leitos preocupa. Até sexta-feira (12), Salvador tinha 3,9% da taxa de contaminação e de letalidade, informou o prefeito.

"Apesar de estarmos abaixo da média brasileira [nas taxas de contaminação e letalidade], a situação ainda é preocupante. Salvador tem 81% de ocupação dos leitos de UTI e 72% dos leitos clínicos. Na rede particular, a ocupação é das UTIs é de 79%. Isso não nos dá um conforto. É preciso estar abaixo do 70%", destacou o prefeito sobre os dados contabilizados até sexta-feira. Na capital baiana, já foram implantados pela prefeitura, hospitais de campanha no Wet'n WildHospital Sagrada Família e Itaigara Memorial. Na segunda-feira (15), algumas determinações do decreto assinado pelo prefeito vencem, e ele informou na coletiva que pretende renová-las. Neto não detalhou quais as medidas, mas prevê nova coletiva para anúncio.

 

Retirado de G1 BA

 

Os bairros de Itapuã e São Caetano passarão a ter mais restrições no combate ao coronavírus, anunciou nesta segunda-feira (8) o prefeito ACM Neto. O período inicial é de sete dias, como nos outros bairros que passaram pela ação, podendo ser prorrogado. Saem da lista das restrições Lobato, após 3 semanas de ação, e  Cabula, após uma semana.

Segundo os dados apresentados, Itapuã teve 245 casos de pessoas infectadas com o coronavírus em 30 dias, com 162 sendo na última semana. São sete mortes pela covid-19 no bairro, que no total teve 265 casos registrados nesta pandemia. "Itapuã era um bairro que já estava no nosso radar há algum tempo. Tem havido muita movimentação, comércio, com forte presença de feirantes e ambulantes. Peço a compreensão dos moradores", diz. "Vamos chegar chegando". Itapuã terá interdição na Rua Genebaldo Figueiredo. "É uma das ruas mais movimentadas de Itapuã, fluxo muito, muito grande", justificou. Já São Caetano não terá intervenções no tráfego durante o período.

Neto avaliou bem o impacto das restrições. "Eu diria que hoje o que mais contribui na capital para isolamento social eficaz são essas medidas de apoio e proteção à vida que acontecem simultaneamente em oito regiões da cidade", avalia. "De um lado, a prefeitura determinando o fechamento completo de todas as atividades econômicas. Do outro, chegando com um conjunto de ações, principalmente a realização de testes rápidos. É impressionante que nos primeiros dias de realização dos testes nessas regiões chegamos a ter números que ultrapassam 30% dos casos positivos. São pessoas que tão sintomas e quando sabem que a prefeitura chegou e tem estrutura de realização de testes rápidos elas se dirigem para confirmar se estão ou não com coronavírus".

Itapuã e São Caetano se juntam a Periperi, Pernambués e São Marcos. As medidas foram renovadas em Paripe, Beiru/Tancredo Neves e Fazenda Grande do Retiro, o que totaliza oito bairros com medidas mais severas contra a covid-19 na capital baiana.

Já em São Caetano são 204 casos da covid-19, 199 desses registrados nos últimos 30 dias e 134 apenas na última semana. Seis pessoas morreram por conta da doença.  

"Desde que nós anunciamos o início dessa estratégia de setorialização, de análise bairro a bairro, definição de medidas específicas, eu informei que nossa ideia era ter uma atuação temporária, de entrar, realizar as ações e sair. Às vezes, precisa estender", diz, afirmando esperar que a colaboração dos moradores faça com que a permanência das restrições seja rápida.

O decreto de restrições permite o funcionamento de: supermercados, farmácias, agências bancárias e lotéricas, repartições públicas e cartórios; estabelecimentos que estejam funcionando em regime de delivery, não sendo permitido o sistema de retirada no local; serviços de saúde e clínicas veterinárias. 

Haverá, ainda, ações de proteção à vida com distribuição de máscaras, realização de testes rápidos, medição de temperatura, doação de cestas básicas para feirantes e ambulantes, higienização e desinfeção de ruas, ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, apoio a instituições que atendam idosos, crianças e pessoas com deficiência e Cras Itinerante.

 

Retirado de: Correio da Bahia

Mais informações: Prefeitura de Salvador

 

Rádio João Sá Samba © 2020 Todos direitos reservados